PARTICIPAR DESSE SITE

domingo, 13 de agosto de 2017

TRADUZINDO O SER PAI...


Ser pai...
É ser um ser especial
Um amigo acima de tudo
Que lhe protege de todo  mal!

Ser pai...
É ser exemplo no dia a dia
Um referencial em sua vida
Que lhe ama e traz alegria!

Ser pai...
É querer estar pertinho de você
Independente de qualquer situação
Quer acompanhar o seu crescer!

Ser pai...
É ser companheiro pra toda vida
Aquele com quem você pode contar
Acima de tudo, uma pessoa querida!

Ser pai...
É se tornar "herói" também
Um exemplo aqui na terra
No seu caminhar, meu bem!




Profª Fatuca - 2017 
Dedicando hoje o meu poema ao meu "herói"
Paulo Ricardo do Nascimento, meu papai!

Um comentário:

  1. Poetinha... há tempos (17 anos) o meu “Velho Bóbaro” desincompatibilizou-se deste lugar, porém posso ter perdido a sua chama de existir no tempo mas, o ganhei em sonhos neste mundo insone e insano pois ele transcendeu a vida, já que Anjos metamorfosearam tua alma na luz que me ilumina e, suas lições em asas para que eu possa voar para além desta prisão de carne e ossos.

    Como diz meu amigo Paulo Ricardo quando entornamos alguns goles e tragos lá no botequim de S. Bolinha no mercado da cidade-pessoa de São Romão enquanto molhamos as palavras: “Ô Jacozinho D’Alaide; ninguém morre enquanto se permanece vivo no coração e mente de alguém... a gente se encanta!”

    Ah! S. Ricardo é seu genitor, todavia, o tenho como meu Xamã, porque ele de fato foi, é e sempre será este SER espirituoso que vez ou outra me dá um cocorote e cascudo na moleira a me massagear o ego para o bem.

    ResponderExcluir