PARTICIPAR DESSE SITE

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

JOIAS RARAS ... Foi assim que batizei os concluintes do J H/2006!

Como pedras preciosas
encontrei-as num jardim!

Peguei-as com carinho
quis guardá-las para mim!

Coloquei-as num lugar
onde mora a emoção!

Aquele lugar sagrado
que se chama coração!

Lapidei-as com amor
fiz delas joias raras de valor!

Aos poucos tornaram-se insubstituíveis
joias raras inesquecíveis!

Hoje ocupam lugar especial em minha memória
fazem parte de minha vida, fazem parte de
minha história!

Profª Fatuca, 2006.
poema declamado na "aula da saudade".

2 comentários:

  1. Mestra! Já ficou redundante parabenizá-la! Enfim, merecidamente, ok?!
    Abraço da Célia.

    ResponderExcluir
  2. Ouvir o que é bom! É sempre gostoso amiga Célia...Nunca é demais!Obg, pelo carinho e beijos!

    ResponderExcluir