PARTICIPAR DESSE SITE

sábado, 14 de dezembro de 2013

FIM DO DIA... É assim no meu sertão!


É tarde. O sol se esconde.
Com raios de toda cor.
No horizonte um espetáculo;
aos olhos traz esplendor!

Nas árvores soa algazarra;
pássaros em bando pra dormir.
Alguns minutos emudecem...
E o silêncio fica ali!

O lavrador guarda a enxada;
e descansa um momento.
Enxuga a fronte suada...
E contempla o firmamento!

Por mais um dia de trabalho;
agradece ao Salvador.
Repousa o corpo cansado...
Fazendo-lhe desaparecer a dor!

É assim todos os dias;
a labuta do sertanejo viril.
Muito suor derramado...
Por esse imenso Brasil!


Profª Fatuca, 2013.
Texto inspirado em "Meio de Dia", de Olavo Bilac.

3 comentários:

  1. Enquanto o sertanejo derrama seu suor honesto, outros apenas usufruem...
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, amei ler!
    Abraços e tenhas uma linda noite!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde

    Independentemente do poema que está fantástico, simplesmente brilhante, venho desejar um NATAL muito feliz, cheio de Paz, Saúde, felicidade e boa harmonia
    Que o Amor esteja sempre presente em seu coração
    Os meus votos são extensivos à família e amigos.

    Deixo abraço
    ******************************************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir