PARTICIPAR DESSE SITE

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

LEMBRANÇAS ... Quem não tem?

(A fazenda S. Joaquim)

Ao ver uma árvore frondosa
Um lago aqui, um rio acolá
O gorjeio de alguns pássaros
E vários animais a pastar
Sinto uma saudade imensa
Que jamais alguém pode imaginar!

Saudades daqueles tempos
Saudades daquele lugar
Um lugar calmo, bonito
Com encantos e belezas
Que jamais alguém pode imaginar!

As brincadeiras de bonecas
Num cantinho de minha casa
Com minha maninha a brincar
Inventávamos tantas histórias
Que jamais alguém pode imaginar!

As visitas a Casa Grande
O palácio encantado daquele lugar
As noites com céu estrelados
Ou as noites belas de luar
Meu pai contando algumas histórias
E nós crianças fascinadas, ficávamos a lhe escutar!

Os passeios nos finais de tardes
Banhos de açudes a nos deliciar
As paqueras, os namoros
É bom demais lembrar ...
É uma saudade gostosa
Que jamais alguém pode imaginar!

Profª Fatuca, 2006.

3 comentários: