PARTICIPAR DESSE SITE

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O ANDAR DE CIMA! É lá qu'eu um dia irei morar...

No último andar um dia vou está
De lá tudo tem mais beleza
Aprecio melhor a natureza.

O último andar fica muito distante
Irá demorar a chegar lá
Não importa gosto de sonhar.

Olho o céu, contemplo as estrelas
Quando estou no último andar
Cada vez mais acredito que é lá
 Onde a verdadeira "paz" está a habitar.


Andorinhas brincam no céu
Fazem piruetas no ar
Sem ninguém as maltratar
No último andar.


Lá vejo paisagens diferentes
Tudo fica pequenininho
Finjo e brinco um pouquinho
Lá me sinto feliz mesmo sozinho.

Profª Fatuca, 2011.

2 comentários:

  1. Precisamos sonhar com a chegada nesse último andar, é normal sentirmos até um pouquinho de medo, também porque o desconhecido faz medo!Mas é inevitável com ele não sonhar...

    ResponderExcluir
  2. Este poema é um paráfrase do poema:O último andar, de minha querida Cecília Meireles!Adoro parafrasear...

    ResponderExcluir