PARTICIPAR DESSE SITE

terça-feira, 26 de julho de 2011

MARCAS DO TEMPO ... Esse é pra você refletir nesse dia de hoje!

O rosto não é mais o mesmo
Marcas do tempo estão a surgir
Faz parte do processo
O corpo delas não pode fugir!

As mãos um pouco trêmulas
As pernas cansadas estão
O vigor não é mais o mesmo 
Assim reclama o coração!

Pensamentos embaraçados
Alguns lembrados, outros não
As ideias se misturam...
Confundem-se sem perdão!

Alguns terminam entre famílias
Outros em abrigos em solidão
Injustiça com certeza...
Pra alguém que nesse estágio da vida
Precisa de "amor, aconchego, gratidão"!

Profª Fatuca,2011.

3 comentários:

  1. Parabéns por tão belo poema... Talvez um dos mais lindos q vc já fez! Realmente faz parte do processo... E precisa de amor, aconchego e acima de tudo sabiamente de GRATIDÃO!

    ResponderExcluir
  2. Concordo, Fatuca...Hoje em dia o idoso é pouco respeitado, vive praticamente a margem da sociedade, lembram-se dele para sustentar a família enquanto os mais novos ficam de papo pro ar. Muito duro pra quem trabalhou a vida toda. Muitos além de ter criado os filhos, têm que criar netos e bisnetos.

    ResponderExcluir
  3. Revendo esta poesia mais uma vez... O tempo é muito ingrato com as pessoas... Se a gente for parar pra analisar a velhice enlouquece!

    ResponderExcluir